Posts in Viagens

Continuando pela Califa

dezembro 13th, 2011 Posted by Outros, Viagens No Comment yet

Aventuras, restaurantes e muitas saudades…

Acompanhem a última parte da minha viagem!

Pacific Highway 1

Descendo de Napa para Los Angeles, pegamos a estrada mais famosa, que beira o Oceano Pacifico! Linda e cheia de paisagens paradisíacas que valem várias paradas para tirar fotos como essa…

Mas tem uma parte do caminho, a Big Sur, com tantas curvas e voltas que chega a dar enjôo. De qualquer forma, vale muito a pena!

– Carmel

O ideal é ir descendo de SF aos poucos e parando em várias cidades antes de chegar em LA.
Mas como nosso tempo era curto, resolvemos parar apenas em Carmel!
Que aliás, eu super recomendo! Amei.

É uma cidadezinha bem pequena, com muitas galerias de arte e umas casinhas lindas. Nem parece EUA.
Comemos em 2 restaurantes muito bons.
O primeiro, foi onde jantamos na noite em que chegamos.

– La Bicyclette


Era o único restaurante aberto na cidade após às 21hs! Quase nem dava pra acreditar… Por isso, nem esperei muito, mas fiquei impressionada!!!

Comemos uma deliciosa pizza com vinho em copinho de vidro. Informal e delicioso com jeitinho de bistrô europeu.

– Dametra Café

Um pequeno restaurante por onde passamos durante uma caminhada. Tinha um dono tão simpático que tivemos que reservar um horário para mais tarde, pois estava lotado!
Quando fui olhar no tripadvisor, esse era o #1! Serve comida árabe e meio grega.
Bem servido e delicioso para um almoço divertido, com direito a música ao vivo do cozinheiro! Hahaha!

Bem ao lado de Carmel, fica Monterey, onde tem um aquário que dizem ser lindo, mas não fui.

– Los Angeles

Ai, foi muito bom relembrar a época que morei em Los Angeles!
Pena que fiz as contas erradas, e deixamos apenas 2 dias para LA.
Fizemos os passeios turísticos bem rapidinho, para podermos passar também nas casas que moramos e nos lugares que costumávamos frequentar.

A cidade é muito grande, por isso, recomendo a elaboração de um roteiro com os passeios, levando em consideração o trânsito, que é super chato!
E recomendo sempre ficar em Santa Mônica, um lugar delicioso para ficar passeando e aproveitando a paisagem.

Esse tipo de viagem, de carro com os amigos pelos EUA, em especial a Califórnia, vale muito a pena e vai ficar marcada no meu coração. =)

Napa Valley

dezembro 7th, 2011 Posted by Outros, Viagens No Comment yet

Depois de San Francisco, seguimos rumo ao Napa Valley, região considerada como grande produtora de vinhos dos EUA.

A viagem foi tranquila, pouco mais de 1 hora e meia de carro.
Passamos apenas 2 dias por lá, mas eu teria ficado fácil fácil, pelo menos mais 1 ou 2 dias.
Ficamos hospedados em Sonoma, uma cidadezinha bem próxima ao Napa, já que por lá não encontramos nenhum hotel vago e com preço bom.
O lugar é bem disperso, com tudo muito distante, por isso, é necessário ter um carro para poder visitar as vinícolas.

Segui uma dica da Marcelinha Reis no blog da Karine Mariath,  Comer, beber e tal e fomos na grocery Dean & Deluca, onde compramos vários queijos e vinhos para fazer um piquenique!
Foi uma pena o tempo não ter ajudado. Era muita chuva! Mesmo assim, sem perder a empolgação, fizemos um piquenique dentro do quarto do hotel! Hehehe =)

Lá, visitamos 3 vinícolas:
– Chandon
Com tour muito rapidinho, mas interessante. A chuva atrapalhou um pouco o tour, mas foi legal pra descobrir outros espumantes, como também os tintos, que eu nem sabia que eles faziam!

– Robert Mondavi
A mais linda de todas, com um tour bem explicativo por dentro das parreiras e vários tipos de uvas. Ah, e degustação dessas uvinhas também. Bem docinhas!
Tudo lindo! Amei demais.

 

– Francis Coppola
Chegamos às 16 hs e o último tour tinha saído às 15 hs.Ficamos, então, só no minimuseu de cinema do Coppola e com a deliciosa degustação de vinhos.

 

Mesmo com alguns imprevistos e com o tempo nem sempre favorável, vivemos momentos inesquecíveis em Napa.

Com certeza, quero voltar e conhecer todo o resto! =p

Bjinhos

Gourmet Walks em San Francisco

outubro 15th, 2011 Posted by Chocolate, Gastronomia, Outros, Viagens No Comment yet

Uma dica bem bacana para quem vai viajar é fazer um tour caminhando pela cidade com um guia local.
Explico. São tours, coletivos ou privados, com algum tema específico como vinhos, arquitetura, chocolates, etc… O guia te leva para conhecer lugares e lojas interessantes a respeito daquele assunto.
A caminhada, com paradas para degustaçao, normalmente dura em torno de 3 horas.
Já fiz alguns em Paris e Londres e achei a proposta muito bacana. Acabou que conheci lojas e lugares que talvez não teria passado sozinha…


Por isso, nessa viagem também fiz questão de procurar alguma coisa parecida e achei uma empresa de gourmetwalks (gourmetwalks.com) em SF.
Eu fiz o de chocolates, lógico!
E conheci 7 lojas de chocolates e um mercado central muito legal!

Olha aí, a guia com a turminha do tour!


Voltei pra casa com algumas idéias de novos sabores. Acho que valeu super a pena! =)
Tanto que faria os outros tours com certeza!


E ainda consegui ver a Golden Gate sem fog! Êêê! =p

Garotas, fui pra Califórnia!

outubro 14th, 2011 Posted by Outros, Viagens No Comment yet

 

Oi gente!

Saí de ferias numa correria tão grande que nem consegui me despedir.

Achei que conseguiria postar alguma coisa da Califórnia, mas a viagem

foi tão cheia de novidades e passeios que quando eu chegava no hotel só

queria dormir…

Fiquei 15 dias quase totalmente distante de tudo por aqui, inclusive do blog, mas agora, durante a próxima semana, vou postar algumas dicas de lá!

Fiquem de olho!

 

Bjos =***

Viagem | Chile – Vinícola Emiliana

setembro 6th, 2011 Posted by Gastronomia, Viagens No Comment yet

Estava revendo as fotos que tirei no Chile e reparei que ficou faltando contar uma parte da viagem pra vocês…
Antes de voltar pra casa, nós fomos visitar Viña Del Mar, que é um balneário no oceano pacífico, considerado a capital turística do Chile. E seguindo o padrão dos lugares que conheci aqui, também é uma cidade linda, muito charmosa e com vários canteiros e jardins floridos. Pena que fiquei apenas um dia, por isso não recomendo ir com tanta pressa. Eu quero voltar, mas dessa vez no verão!! =)

O que queria mesmo mostrar pra vocês é uma vinícola que passamos no caminho até Viña Del Mar, a Vinícola Emiliana que é uma vinícola orgânica, preocupada com o meio ambiente e com os seus trabalhadores. Eu nunca tinha ouvido falar em vinho orgânico e adorei a idéia.
As parreiras não recebem nenhum tipo de agrotóxico e para que nenhum inseto ataque a plantação, eles mantém alguns animais como lhamas para comer esses bichos.

Todos os vinhos são orgânicos, mas somente alguns deles possuem certificado internacional, já que o custo para ter esse selo é um pouco alto. São certificados o Gê, o Coyam, o Adobe, o Novas e o Signos de Origen.

Eu fiz uma mini degustação de alguns vinhos e trouxe pra casa o Coyam. Além de um delicioso azeite que também é orgânico.
Valeu muito a pena conhecer!

Bjos,

Amanda

Nosso café nas alturas!

agosto 30th, 2011 Posted by No Café, Viagens 3 comments

Gente, o Labecca Café esse mês está nas alturas! Fomos indicadas na Revista de bordo da TAM. Nas edições da revista, a TAM convida seus leitores para darem dicas de lugares para se hospedar, para comer e para passear em uma determinada cidade.

Henriqueta Cáceres, uma consultora de estilo mineira que conheceu Brasília, recomendou o Labecca Café como um bom lugar para comer. Ela disse “Adoro ir lá, pelo ambiente e pelo menu cosmopolita, com quitutes de chocolate belga criados pela chef Flávia Labecca”

Olha que legal:

 

Nós ficamos super felizes pelo reconhecimento.
E vocês, o que diriam se fossem indicar o Labecca Café?
hehe.
Bjs,
Amanda.

Viagem | Chile – Hotel Boutique La Reve

agosto 24th, 2011 Posted by Outros, Viagens 4 comments

Nas viagens que faço, me preocupo bastante com o hotel. Sempre olho na internet e busco indicações com amigos porque não gosto muito de arriscar. Como sei que mais gente é assim, hoje eu que vou falar sobre o hotel que fiquei lá no Chile.

O Hotel Boutique Le Reve  é uma graça. Apesar de ser pequeno, tem apenas 31 apartamentos, ele é muito charmoso, sofisticado e confortável. A decoração tem um estilo francês e o atendimento é de primeira. Sem contar a localização, o hotel fica no bairro Providência, próximo ao metrô e a vários restaurantes. Um bairro super tranquilo e seguro, fizemos quase tudo a pé, uma delícia. Do lado de fora do hotel tinha um lindo jardim, pena que fazia muito frio de manhã nessa época do ano e só dava para tomar café da manhã do lado de dentro, mas as porcelanas azuis que decoravam a sala deixavam tudo ainda mais bonito.





Dos restaurantes que fui, tenho 3 para indicar. Detalhe é que todos eles eu fui a pé do hotel, tudo pertinho mesmo!!!


O Primeiro é o Baco Vino Y Bistro (um dos mais indicados no Trip Advisor )
O gnochi aos 3 queijos estava divino, realmente muito gostoso.

Endereço: Nueva de Lyon 113
Bairro: Providencia

O Segundo é o La Biferia:
Uma casa de carnes que segundo o Tulyo, tinha o bife de ancho mais gostoso que o argentino. Eu pedi uma milanesa de frango que também estava muito boa. O que marcou foi uma entrada de cebola agridoce com vinho do porto. Sensacional!

Endereço: Av Pedro de Valdivia 065,
Bairro: Providencia

E por último, o Del Cocinero:
Esse foi o que mais gostei. Um restaurante bem pequeno, para no máximo 30 pessoas. A apresentação no cardápio dizendo que aquele era um sonho realizado foi o que me conquistou. Eu tomei uma sopa de cebola que lembro até hoje, qualquer dia desses vou tentar copiar.

Depois, pedi um macarrão meio tailandês que vinha dentro de um papel com palitinho. Adoro quando tudo é super detalhado. O chef fez questão de vir e se apresentar. Ah, e por ter muitos brasileiros por lá, o cardápio ganhou uma versão em português.

Olha o macarrão fechado:

E aberto:


Endereço: Rua Pedro de Valdivia 041
Bairro: Providencia

E aí, ficaram com vontade de conhecer???

Bjs,

Amanda.

Viagem | Chile – Concha Y Toro

agosto 23rd, 2011 Posted by Outros, Viagens 2 comments

Em Julho foi o meu aniversário. O Tulyo, meu marido, queria me dar uma viagem de presente mas como não poderíamos passar muito tempo longe, resolvemos que seria algum lugar perto. Decidimos comprar as passagens com algumas milhas que iriam  expirar. Liguei na TAM e antes mesmo de resolver o destino, perguntei para onde tinha vaga nas datas em que a gente tinha de folga. Com tudo decidido, embarcamos para o Santiago do Chile.

O Chile é um país lindo, limpo e com pessoas super educadas. E vamos combinar que com essa Cordilheira ao fundo, tudo fica mais bonito, né?

Passamos 4 dias por lá. E por mim, eu já voltaria de novo. Hehe =p

 Há pouco tempo, comecei a gostar e me interessar por vinhos, estou apaixonada! Agora só penso em conhecer as vinícolas do mundo inteiro! Haha. Então, um dos nossos primeiros passeios foi conhecer a vinícola de Concha Y Toro, apesar de ter lido em diversos blogs que essa vinícola não era tão legal porque seria muito comercial, eu quis ver com meus próprios olhos e me surpreendi. Não sei se é porque nunca tinha visitado uma vinícola antes ou por ainda ser tão inexperiente nesse assunto, mas eu achei demais!

Fizemos reserva por telefone, marcamos o dia e a hora. O caminho foi feito quase todo por metrô e levou um pouco mais de 1 hora, mas quem quiser outra alternativa, existem várias empresas que fazem esse serviço de shuttle. Ao chegar, fizemos um passeio que mostrou a antiga casa de veraneio de Dom Melchor de Concha Y Toro (o fundador da vinícola). Visitamos os vinhedos, as adegas onde ficam os barris de vinhos e o ponto mais esperado: O Casillero Del Diablo. Diz a lenda que há muito tempo atrás, Dom Melchor percebeu que suas melhores garrafas de vinho estavam sumindo e como sabia que o povo da região era supersticioso, inventou que ali morava o Diabo. A notícia se espalhou rápido pelos arredores e nunca mais nenhum vinho sumiu. Curioso, né?



 Fizemos o tour mais completo que dava direito a provar 4 vinhos já selecionados por eles. Todos faziam parte do mesmo rótulo: Marques de Casa Concha. Essa degustação incluía também uma tábua de queijos e frutos secos. A moça vai explicando tudo e harmonizando os sabores dos queijos com vinhos mas agora já nem me lembro mais, desculpem.

Mas sei que a combinação leva em conta o sabor, quanto mais forte for o queijo, mais encorpado deve ser o vinho e quanto mais suave, mais leve ele deve ser.

 Depois do tour, passamos no restaurante da vinícola para almoçar, mas já tinham encerrado a cozinha. Ficamos então com algumas empanadas e resolvemos provar o Top de Linha da vinícola, o Dom Melchor, que é o primeiro vinho super premium do Chile e nesse ano comemora seu 20º aniversário. Não poderia sair de lá sem experimentá-lo.

O garçom nos indicou o da safra 2007, um Cabernet Sauvingon com aroma complexo e elegante marcado por frutas vermelhas e notas de chocolate e tabasco. Delicioso!

 Passamos na lojinha e voltamos pra hotel, dessa vez de táxi, com uma caixa de vinhos diversos. Além das taças e tábuas ganhadas no tour. =p

Beijos, Amanda.

Chocolate Boutique Hotel

junho 30th, 2011 Posted by Gastronomia, Viagens 2 comments


Precisa falar que somos viciadas em chocolate? O cheiro é maravilhoso, a cor é linda e o sabor é sem explicação. E sempre estamos procurando novas inspirações para fazer as nossas delícias. Em meio essas buscas, encontramos o Chocolate Boutique Hotel.

Ele está localizado na cidade de Bournemouth, no elegante distrito de West Cliff, e só o nome já chama a atenção. Isso até chegar ao quarto. Lá, você é recebido com uma cascata do melhoooor chocolate belga. Delícia, né? Mas ainda fica melhor, você pode mergulhar frutas e marshmellow para comer e saborear a vontade! E não para por ai, todo o cardápio deles é especializado com esse doce dos deuses. No café da manhã, a dica é provar panquecas de chocolate acompanhadas do coicchiono ( chocolate quente com creme). O hotel vai além e leva essa delícia para o bar. Você pode encontrra várias bebidas feitas a base de chocolate, já imaginou que sonho?

E para você mergulhar de vez no mundo do chocolate, o hotel oferece workshops sobre o assunto. Dentre eles, o Chocolate Shoe Workshop, você aprende a criar lindos sapatos de chocolate, trufas e os conceitos básicos dessa maravilha. Existe outro em que você aprende a história do chocolate e explora a arte de misturar diferentes tipos de chocolates com vinho. E no final do workshop, você ainda leva de 30 a 50 trufas que fez. Fantástico, não?


Com certeza vamos querer visitar esse hotel na nossa próxima viagem à Inglaterra.
Também estão morrendo de vontade?

😉

Viagem à Holanda – Parte II

junho 7th, 2011 Posted by Outros, Viagens 2 comments

Pessoal, ainda remexendo nos papéis de viagens, encontrei um ingresso de outro parque muito lindo. Vale a pena dividir essa experiência com vocês. Esse era um dos passeios mais aguardados por mim durante a viagem, pois amo tulipas e queria muito conhecer o famoso Keukenhof. Cheia de ansiedade, fui ao encontro dessa lenda e, adivinhem: minhas expectativas foram completamente atendidas! Estava no jardim mais bonito que já visitei em toda minha vida.
O Parque Keukenhof fica em Lisse, na Holanda, e é conhecido por ter o maior jardim de tulipas do mundo, com aproximadamente 4 milhões e meio delas. Localizado a aproximadamente 30 minutos de Amsterdã, só está de portas aberto durante 2 meses do ano, claro, na primavera. Antigamente, fazia parte do Castelo de Teyligen, e seu nome, Keukenhof, significa “horta da cozinha” em holandês, pois as ervas que ali existiam eram colhidas e levadas para a cozinha de Jacoba van Beieren – a condessa que viveu no castelo por alguns anos no século XV.
Keukenhof é o parque de flores mais visitado da Holanda. Grandioso, cada pedacinho impressiona pela quantidade e beleza de suas flores. A cada ano, cerca de 7 milhões de bulbos são plantados, compondo uma paisagem absurda com lindas tulipas de várias cores e formas – algumas são enormes, outras amassadas, malhadas, com as pontas enroladinhas, franjadas. Além das tulipas, há também narcisos, amarílios, rosas, orquídeas e muitos outros tipos de flores. Além da visão deslumbrante, andar no parque é muito louco, já que as flores alcançam quase o quadril da gente e podem chegar ao tamanho de um pires quando abertas!
Depois de um tempo, percebi que Keukenhof é, na realidade, um parque onde produtores de flores expõem o seu trabalho. Se vocês prestarem bastante atenção ao visitarem, verão diversas plaquinhas indicando qual tipo de flor tem naquele canteiro e quem são os seus autores. Além disto, existem pavilhões com arranjos, restaurantes e lojinhas de souvenir que tornam o passeio imperdível.












Sendo franca, fiquei absolutamente impressionada. Quero, com certeza, voltar lá outras vezes, pois é um lugar lindo, lindo, lindo! Só mesmo conhecendo para experimentar a sensação única de estar em meio a tantas flores coloridas cultivadas num mesmo jardim!
E-mo-cio-nan-te!
😉

Ferê.